sexta-feira, 14 junho 2024

E ECONOMIA

Combustíveis mais baratos a partir do mês de Setembro

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Os combustíveis vão estar mais baratos a partir deste domingo,01, de acordo com a nova tabela divulgada pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME) para vigorar durante o mês de Setembro.

De acordo com a nova tabela citado pela Inforpress, o preço da gasolina baixou 4,83 por cento (%) e passa a ser vendida a 122,10 ECV/L, o gasóleo normal baixou 1,18%, passa a custar a 100,90 ECV/L, o gasóleo para electricidade custa agora 85,60 ECV/L (menos 1,50%) e o gasóleo marinha perdeu 1,49% e passa a custar 72,50 ECV/L.

O petróleo passa a ser vendido a 87,20 ECV/L (menos 2,79%), o fuelóleo 380 custa agora 55,20 ECV/L e o fuelóleo 180 passa a custar 61,30 ECV/L (menos 11,42% e 13,48%, respetivamente) e o butano passa a ser vendido a granel por 107,40 ECV/Kg, perdendo 9,90%.

As garrafas de 03 quilos passaram a custar 306,00 ECV, as de 06 quilos 644,00 ECV, as de 12,5 kg, 1.342,00 ECV e as de 55 kg, 5.905,00 ECV.

A nota de imprensa hoje divulgada pela ARME indica que, de acordo com os dados publicados no Platts European Marketscan e LPGasWire, os preços médios dos combustíveis, nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, “registaram descidas generalizadas durante o mês de Agosto (10,05%), relativamente ao mês de julho”, daí a descida, também no mercado interno.

O comunicado da ARME explica que a queda nas cotações do petróleo, durante o mês de Agosto, deve-se, fundamentalmente, à “guerra comercial” entre a China e os EUA (anúncio de sobretaxa de 10% sobre novos produtos chineses) e pela cautela dos mercados face a indicadores que apontam para um abrandamento dos níveis potenciais de crescimento económico a nível mundial.

Além disso, prossegue o documento, os preços internacionais de petróleo foram influenciados pelos indicadores de produção industrial dos EUA, que sofreram uma redução e atingiram mínimos de quase uma década.

Por outro lado, a cotação do último dia (útil) do mês de Agosto do câmbio EUR/USD, tendo como referência a BLOOMBERG (14 horas no horário de Frankfurt), “evidenciou uma depreciação do euro face ao dólar dos Estados Unidos, em 1,01%”, comparado ao câmbio do último dia do mês de julho, e isso “impediu um reflexo maior da queda do preço no mercado interno, tendo em conta que a matéria-prima é negociada em dólares”.

Os novos preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados passam a vigorar de 01 a 30 de Setembro de 2019, refere a Inforpress.

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

Antonio
17 days 10 hours

Que grande reflexão do Água Lusa!!! Bem enquadrado. Até os nascidos na era portuguesa não são valorizados.

Daniel Dias
21 days 15 hours

Coitado do Leão Vulcão. Perdeu o emprego.

liketerra
23 days 7 hours

A criminalidade Murdeira já é de muito tempo e inclui os proprios admnistradores condominio que mandam os guardas agridi

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana.cv@gmail.com
asemanacv.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 / 9727634/ 993 28 23
Contacte - nos

Outras Referências