sexta-feira, 14 junho 2024

C CULTURA

Olívia Newton-John de "Grease-tempos da brilhantina"

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A cantora e atriz britanico-australiana, detentora de dezenas de galardões, incluindo quatro prémios ’Emmy’, entre 1966 e 2016, brilhou em Hollywood no musical de 1978 ao lado de John Travolta. Incarnou na tela a liceal Sandy — nome que inspirou muitos novos papás desde então —, mas a Olívia Newton-John tinha uma longa carreira na música e o dobro da idade (29 anos) da sua personagem. Mais de meio século a cantar, a estrela apagou-se na segunda-feira, aos 73 anos, vítima de cancro metastático detetado primeiro em 1992.

Olivia há três anos anunciou que os médicos lhe tinham encontrado mais um cancro em 2017. Era a terceira vez, a primeira em 1992 resultou numa mastectomia parcial. Mas afirmava: "Acredito que vou vencer outra vez".

A estrela de Grease acrescentou que estava a tratar-se "com a medicina convencional", incluindo radioterapia, e "com remédios naturais" que lhe faziam "mesmo muito bem". Afirmou mesmo sobre o produto extraído da plantação que o marido explora na sua quinta da Califórnia onde estava a viver: " O óleo de canábis ajuda-me a aliviar a dor".

Na segunda-feira, 08, "depois de uma jornada de mais de 30 anos contra o cancro, ela perdeu a sua batalha contra o cancro de mama metastático", lê-se na sua página da rede social (foto), publicada pelo marido com a referência ao título honorífico ’Dame’/Baronesa conferido pela Rainha Isabel II.

Mais de 50 anos de sucesso. Olivia nasceu em Cambridge em 26.9.1948 e aos seis anos a família emigrou para a Austrália. Viveu a infância e adolescência em Melbourne e aqui iniciou, aos 15 anos, a carreira musical e na televisão mas sem grande impacto. Voltou à Inglaterra em 1966 onde gravou o seu primeiro disco, mas o sucesso veio depois.

Em 1971 e 1973 atingiu os seus primeiros grandes sucessos com, respetivamente, a música If Not for You e Let Me Be There. Seguiu-se o hit Have You Never Been Mellow.

Em 1978, obteve o seu maior sucesso em Hollywood com Grease, o filme musical que recriava a América juvenil dos anos de 1950.

Voz ativa

Data de 2008 a fundação do Olivia Newton-John Cancer and Wellness Centre, dedicado ao tratamento de doentes com cancro e à investigação da doença.

A fundação da unidade hospitalar na capital australiana, Melbourne, foi uma mais etapa no ativismo de Olivia que desde os anos de 1990 foi uma voz ativa pelo tratamento e investigação sobre o cancro.

Entre as iniciativas para angariar fundos para a luta contra o cancro, consta que em 2016 criou com as colegas da música Beth Nielsen Chapman e Amy Sky o "álbum colaborativo" Liv On. O objetivo era "criar músicas com uma mensagem de compaixão e esperança. São para quem enfrenta um momento de desafio em suas vidas, seja de luto por uma perda – ou na jornada para a saúde e recuperação".

Fontes: AP/Hollywood Reporter/LA Times/. Fotos: Os tratamentos capilares têm sido tema de filmes e outros produtos da ’cultura pop’. No filme de 1978 a personagem Danny interpretada por Travolta faz e desfaz um ’caracol’, graças à plasticidade da ’grease’. A brilhantina (para cabelo caucasiano e africano) está de volta, com o "cabelo natural" da moda.

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

Antonio
17 days 11 hours

Que grande reflexão do Água Lusa!!! Bem enquadrado. Até os nascidos na era portuguesa não são valorizados.

Daniel Dias
21 days 15 hours

Coitado do Leão Vulcão. Perdeu o emprego.

liketerra
23 days 8 hours

A criminalidade Murdeira já é de muito tempo e inclui os proprios admnistradores condominio que mandam os guardas agridi

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana.cv@gmail.com
asemanacv.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 / 9727634/ 993 28 23
Contacte - nos

Outras Referências