quarta-feira, 17 abril 2024

Chuvas mataram seis pessoas na província angolana de Benguela

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Pelo menos seis pessoas morreram, no fim de semana, na província angolana de Benguela, vítimas das fortes chuvas na região, anunciou hoje o porta-voz do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros (SNPCB) angolano.

De acordo com Félix Domingos, as fortes chuvas que se abateram no sábado no município do Lobito, província de Benguela, causaram o desabamento de uma residência que vitimou três membros de uma família e outras foram arrastadas pelas correntezas das águas.

“Este fim de semana foi bastante preocupante tendo em conta o número de vítimas e também o número de ocorrências, continuamos a observar chuvas por todo o país, em algumas províncias chuvas moderadas e em outras com bastante intensidade”, disse o porta-voz do SNPCB em declarações à Lusa.

Os bombeiros em Angola registaram, no fim de semana, um total de 71 ocorrências, que resultaram em 94 vítimas, nomeadamente 34 mortos e 62 feridos, em consequência de afogamentos, acidentes de viação e descargas atmosféricas.

Félix Domingos destacou, entre as ocorrências, as seis vítimas das chuvas em Angola, referindo que nas províncias do Cuanza Sul, Uíje e Bengo as chuvas foram acompanhadas de ventos fortes com registo de quedas de árvores.

Em Benguela, os bombeiros foram ainda chamados para extinguirem um incêndio que deflagrou num armazém, no município do Lobito com danos avaliados em quase 50 milhões de kwanzas (55 mil euros).

A Semana com Lusa

26 de Fefereiro de 2024

 

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

Amorim
6 days

Que se diminua o consumo de bebidas alcoólicas

Amorim
6 days

Reduzir custos que seja com a prata da casa.

Amorim
6 days 21 hours

Álcool mata e pode induzir à prática de crime. Aorendam.

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana.cv@gmail.com
asemanacv.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 / 9727634/ 993 28 23
Contacte - nos

Outras Referências