quarta-feira, 29 maio 2024

I INTERNACIONAL

Barco à deriva com dezenas de corpos na Amazónia. Autoridades investigam

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Autoridades brasileiras encontraram um pequeno barco à deriva com cerca de duas dezenas de corpos, que se presumem ser de refugiados do Haiti, no estado do Pará, localizado na Amazónia, informou hoje a Polícia Federal.

Segundo o jornal O Liberal, citado pela agência noticiosa Efe, que relata conclusões preliminares de um comissário da polícia local, há cerca de 20 corpos em avançado estado de decomposição e suspeita-se que possam ser "refugiados do Haiti", país que vive uma grave crise política, social e económica.

Uma equipa da Polícia Federal, que inclui um grupo de especialistas do Distrito Federal de Brasília, deslocou-se ao local para "descobrir quem eram as pessoas que estavam no barco" através de protocolos de identificação de vítimas de desastre.

"O número, a nacionalidade ou a causa da morte das vítimas ainda são desconhecidos", afirmou a corporação, em comunicado.

O barco foi encontrado na região conhecida como Salgado, no nordeste do Pará, onde existem diversas reservas protegidas e habitadas principalmente por comunidades tradicionais que vivem da pesca, das atividades artesanais e da pesca do caranguejo.

A Polícia Federal do Brasil indicou na nota que está a investigar o caso "em colaboração com vários organismos de segurança pública" do Pará, que apontou ao jornal que poderá tratar-se de um naufrágio.

Pescadores alertaram as autoridades ao se aperceberem do barco à deriva perto da cidade de Bragança, no estado do Pará, disse um porta-voz da Polícia Federal, citado pela agência France-Presse, especificando que a investigação deve confirmar o número exato de vítimas e as suas identidades.

A Semana com Lusa 

 

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

Antonio
1 day 15 hours

Que grande reflexão do Água Lusa!!! Bem enquadrado. Até os nascidos na era portuguesa não são valorizados.

Daniel Dias
5 days 19 hours

Coitado do Leão Vulcão. Perdeu o emprego.

liketerra
7 days 12 hours

A criminalidade Murdeira já é de muito tempo e inclui os proprios admnistradores condominio que mandam os guardas agridi

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana.cv@gmail.com
asemanacv.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 / 9727634/ 993 28 23
Contacte - nos

Outras Referências