sexta-feira, 14 junho 2024

Extrato de Justificação Notarial 2ª Publicação- Paulo Senna

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

ANÚNCIOS/CLASSIFICADOS

Edição nº 120, de 05 de Junho de 2024

-----------------------------------------------------------------------------

 

 

EXTRACTO

--- CERTIFICO, para efeito de segunda publicação nos termos do disposto no artigo 100.º do Código do Notariado, aditado pelo Decreto-Lei n.º 45/2014, de 20 de Agosto, B.O. nº 50 – Iª Série, no dia vinte do mês de maio do ano dois mil e vinte e quatro, nesta Cidade de Nova Sintra e na Conservatória dos Registos e Cartório Notarial da Região de Segunda Classe da Brava, perante mim, Catiza Cláudia Gonçalves de Pina, Conservadora/Notária P/S, foi lavrada no livro de notas para escrituras diversas número dez-E, de folhas vinte e três verso à vinte e cinco verso, a Justificação Notarial, na qual Paulo Gualdino de Burgo Senna, identificação fiscal número 133873242,  solteiro, maior, natural da freguesia de  São João Baptista, concelho e ilha da Brava, residente em Rua da Cultura Brava, titular do bilhete de identidade número 338732, emitido em onze de março de dois mil e quatro, pelo arquivo nacional de identificação civil e criminal na Praia, que outorga em representação, na qualidade de procurador dos justificantes, Maria Olívia de Barros Silva, que também usa o nome Maria O. Barros, casada com José Maria de Barros, sob o regime de comunhão geral de bens, natural da freguesia de São João Baptista, concelho e ilha da Brava, residente no Estados Unidos da América, qualidade e suficiência de poderes para o acto que verifiquei constarem da procuração outorgante no dia sete do mês de novembro do ano dois mil e dezanove, nesta Conservatória/Cartório, Julieta Barros Silva, quem também usa o nome Julieta Barros Penha, casada, natural da freguesia de São João Baptista, concelho e ilha da Brava, residente no Estados Unidos da América, qualidade e suficiência de poderes para o acto que verifiquei constarem da procuração outorgante no dia vinte e cinco do mês de janeiro do ano dois mil e vinte e quatro, no Cartório Notarial, no Estados Unidos de América e Paulo Jorge Silva, que também usa o nome Paulo Silva, casado, maior, natural da freguesia de São João Baptista, concelho e ilha da Brava, residente no Estados Unidos da América, qualidade e suficiência de poderes para o acto que verifiquei constarem da procuração outorgante no dia vinte e cinco do mês de janeiro do ano dois mil e vinte e quatro, no Cartório Notarial, no Estados Unidos de América, DECLARA que os seus representados são donos e legítimos possuidores, com exclusão de outrem de um  prédio  urbano, rés-do-chão, medindo  duzentos e trinta metros quadrados (230m2), situado em Santo António, Brava, confrontando do Norte com Paulo Gualdino de Burgo Sena, do Sul e do Oeste com proprietário e do Este com caminho, inscrito na matriz predial da freguesia de São João Baptista, sob o n.º 2019/0, omisso nesta Conservatória. ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Que, o referido prédio veio a posse do seu representado por herança da senhora Justa de Barros Silva, mãe dos justificantes, que faleceu no dia vinte e oito de mês de dezembro do ano de dois mil e doze. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

--- Que, não possuem qualquer título que legitime o direito de propriedade que se arrogam sobre o referido prédio, mas que, a transmissão é legítima, tendo feito o registo na matriz predial mediante o pagamento do imposto sucessório. ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

--- Que, os seus representados entraram na posse do referido prédio, à vista de todos, posse essa pacífica, contínua e pública, sem interrupção, suportando todos os encargos daí decorrentes pagando as respectivas contribuições e impostos, pelo que adquiriu o seu direito de propriedade por usucapião, o que invocam para efeitos de primeira inscrição no registo predial. --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

--- Os potenciais interessados têm um prazo de quarenta e cinco dias a contar da segunda e última publicação para eventual impugnação. --------------------------------

-------------------------------------------------------------------------ESTÁ CONFORME.-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Cidade Nova Sintra e Conservatória dos Registos e Cartório Notarial da Região de Segunda Classe da Brava. -------------------------------------------------------------------------------

 

Reg. sob o n.º 152/2024                                     A Conservadora/Notária P/S,

Art. 20.º. 4.2……...1.000$00

Selo do acto……….200$00

Soma:…………….1.200$00                     /Catiza Cláudia Gonçalves de Pina/       

 

pdf Extrato Paulo 1 (903 KB)

 

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

Antonio
17 days 11 hours

Que grande reflexão do Água Lusa!!! Bem enquadrado. Até os nascidos na era portuguesa não são valorizados.

Daniel Dias
21 days 16 hours

Coitado do Leão Vulcão. Perdeu o emprego.

liketerra
23 days 8 hours

A criminalidade Murdeira já é de muito tempo e inclui os proprios admnistradores condominio que mandam os guardas agridi

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana.cv@gmail.com
asemanacv.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 / 9727634/ 993 28 23
Contacte - nos

Outras Referências