segunda-feira, 26 fevereiro 2024

P Publireportagem

Chefia do Estado assinala Centenário de Nascimento do Presidente Aristides Pereira com Cerimónia Solene de Homenagem

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A Presidência da República de Cabo Verde assinala, neste 17 de novembro, o Centenário de nascimento de Aristides Pereira, o primeiro Presidente da República de Cabo Verde, com uma Sessão Solene de Homenagem, presidida pelo Chefe de Estado, José Maria Neves.

«As atividades em saudação ao Presidente Aristides Pereira terão lugar esta sexta-feira, às 17 H00, na Sala Beijing do Palácio do Presidente da República e e contarão com uma Conferência sobre ’a vida e a Obra de Aristides Pereira’, a ser proferida pelo Dr. Aristides Lima e pelo Embaixador António Lima. Estes dois antigos conselheiros do Presidente Aristides Pereira irão, assim, discorrer sobre ’o perfil, o percurso de vida, e o importante contributo do Homem e Estadista’ que outrora se entregou, sem reservas, à conquista e edificação do Estado Cabo-verdiano», lê-se no comunicado remetido a este diário digital.

Ou seja, nessa data em que completaria 100 anos, Aristides Pereira recebe esta homenagem póstuma, ao mais alto nível, pelo Chefe de Estado. «Durante o evento será disponibilizada a obra ’Aristides Pereira, Recordando o Homem, Edificando a História’, uma edição da Fundação Amílcar Cabral que conta com o alto patrocínio do Presidente da República», salienta a nota referida.

Vida e obra de Aristides Pereira

De recordar que Aristides Maria Pereira nasceu em 17 de novembro de 1923 em Fundo das Figueiras ( Boa Vista, Cabo Verde) e faleceu, aos 87 anos de idade, em 22 de setembro de 2011 em Coimbra, Portugal. Ele foi o primeiro presidente da República do seu país, de 8 de julho 1975 a 22 de março de 1991.

Conforme registos históricos, Aristides Pereira começou a sua vida profissional a trabalhar como radiotelegrafista, tendo evoluido para Chefe dos Serviços de Telecomunicações na Guiné-Bissau, para onde foi transferido.

A fazer fé nas fontes consultadas, foi a partir da década de 1940 que Aristides Pereira envolveu-se na luta pela independência de Cabo Verde. Juntamente com Amílcar Cabral, fundou o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), em 1956, assumindo o cargo de secretário-geral, em 1973. Consta que, após a morte de Cabral, os conspiradores liderados por Inocêncio Kani e Mamadou Mahdaoui capturaram Aristides Pereira e foi submetido a severos espancamentos. «Eles tentaram tirá-lo de barco de Conacri. No entanto, a conspiração foi rapidamente suprimida, Pereira foi libertado pelo exército guineense (segundo outras fontes, por marinheiros navais soviéticos a pedido do Presidente da Guiné Sekou Touré)», referem as fontes deste jornal.

Segundo ainda os escritos históricos, com a conquista da independência, em 5 de julho de 1975, Aristides Pereira tornar-se-ia o primeiro chefe de Estado de Cabo Verde, cargo que manteve até 1991, quando, após as primeiras eleições multipartidárias realizadas no mesmo ano, perdeu a presidência da República ao ser vencido por António Mascarenhas Monteiro. A Câmara de Boa Vista tem um projeto para a construção, na sua zona natal, de um busto em sua homenagem.

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

Tota
7 days 16 hours

CV nas mãos destes malfeitores, o povo está lixado. Porque para além de corruptos são incompetentes e diabólicos

Comentário bodona
21 days 7 hours

Parece que as coisas estão a complicar-se e de que maneira no Senegal.

Efrem Soares
27 days 13 hours

Para agradecer a reação positiva dos amigos no messenger, pelas mensagens enviadas, e propor para comentarem aqui no on

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana@gmail.com
asemana.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 | 993 28 23 | 9727634
Contacte - nos

Outras Referências