domingo, 14 julho 2024

S SOCIAL

Fogo: Ministério das Infra-estrututras avalia processo de construção de casas das famílias de Chã das Caldeiras

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 Uma equipa do Ministério das Infraestruturas, Habitação e Ordenamento do Território, chefiada pela directora geral da Habitação, avalia a implementação do projecto de construção de casas próprias das famílias de Chã das Caldeiras, visando o desbloqueio das verbas.

O presidente da câmara de Santa Catarina do Fogo, Alberto Nunes, disse à Inforpress que a equipa do Ministério das Infra-estrututras esteve no município na quinta-feira, 29 de Fevereiro, para fazer uma avaliação e analisar se os recursos disponibilizados às famílias foram devidamente aplicados pelas beneficiárias.

“Já tínhamos enviado os documentos de avaliação, mas vão averiguar para que o Ministério possa desbloquear as verbas”, disse Alberto Nunes, salientando que algumas construções estão mais avançadas do que outras.

Salientou que há famílias que receberam a primeira parcela e não avançaram com a construção e outras, que usaram os seus recursos estão em vias de concluir o processo de construção.

Em função da análise feita pela equipa, o ministério vai desbloquear na próxima semana os recursos para que as famílias possam dar continuidade ao projecto.

No final de 2022, o Governo, através do Ministério das Infraestruturas, Habitação e Ordenamento do Território procedeu à entrega de lotes de terreno de 200 metros quadrados a 39 famílias de Chã das Caldeiras para construção de casa própria.

Na altura foi transferida a cada uma das famílias o correspondente a 20 por cento (%) do valor a ser disponibilizado pelo Governo como apoio para a construção, que é de 500 contos, e a parte restante é desbloqueada mediante apresentação de justificativos.

Além deste valor, a câmara de Santa Catarina disponibilizou a cada família um apoio monetário no valor de 100 contos, perfazendo assim um total de 600 contos entre o apoio do Governo e da câmara.

As famílias contempladas são aquelas que desde a erupção vulcânica de 23 de Novembro de 2014 estão em casas arrendadas suportadas pelo governo e que terminaram a 31 de Dezembro de 2022.

Ao todo o Governo e a câmara vão disponibilizar 23.400 contos para as 39 famílias de Chã das Caldeiras, sendo 19.500 da parte do Governo e 3.900 da parte da câmara municipal, sem contar com os custos relativos à elaboração dos projectos de arquitectura.

Na zona de Bangaeira, onde as famílias beneficiárias vão edificar as suas moradias, existem um total de 54 lotes de terrenos.

Alberto Nunes disse que no quadro da visita da ministra das Infraestruturas ficou garantido o financiamento para reabilitação do troço de estrada de Curral Asno (entrada de Chã das Caldeiras) até o acesso à Cova Tina, devendo a reabilitação ficar concluída juntamente com o troço Piorno a Campanas de Cima.

 

A Semana com Inforpress

01 de março de 2024

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

António
3 days 7 hours

O melhor para ilha do Fogo

Antonio
9 days 8 hours

Quando reformar prefiro de longe ir à Universidade Sénior do que ficar a frequenrar bares e botequins com bebidas.

Daniela Santana
16 days 6 hours

Devemos todos fazer uma subscrição a favor do Leão Vulcão. Todos, todos, todos.

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana.cv@gmail.com
asemanacv.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 / 9727634/ 993 28 23
Contacte - nos

Outras Referências