sexta-feira, 14 junho 2024

A ATUALIDADE

Negligência do motorista na origem de acidente que matou 23 pessoas em Moçambique

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A polícia moçambicana afirmou  esta segunda-feira que o acidente que provocou a morte de 23 pessoas na província de Sofala, centro do país, resultou da negligência do motorista do autocarro.

"O motorista do autocarro fez uma ultrapassagem irregular, em local proibido (...) numa curva apertada. Foi-se chocar com uma viatura que vinha em sentido contrário. Tivemos como consequência 23 óbitos", explicou hoje aos jornalistas Cassimo Aly, do comando provincial da Beira da Polícia da República de Moçambique (PRM).

O acidente deu-se em Mafambisse, distrito do Dondo, no centro de Moçambique, durante uma ultrapassagem, acabando o autocarro por embater num pesado que seguia em sentido contrário.

"Sim, houve negligência por parte do motorista [do autocarro]", esclareceu Cassimo Aly, explicando que dos 23 óbitos, incluindo três crianças, 17 morreram no local, enquanto os restantes perderam a vida a caminho do Hospital Central da Beira.

As 23 vítimas mortais seguiam a bordo do autocarro dos Transportes Públicos do Dondo (TPD), tendo o choque provocado ainda 49 feridos, todos transportados para o Hospital Central da Beira, sete dos quais em estado considerado grave.

Moçambique registou mais de 4.800 mortos em acidentes de viação nos últimos cinco anos, de acordo com dados revelados em 22 de maio pelo Governo, que apela ao envolvimento da sociedade para travar o flagelo.

“A situação de segurança rodoviária em Moçambique é deveras preocupante, na medida em que nos últimos cinco anos, por exemplo, morreram 4.812 pessoas nas nossas estradas, em resultado de 5.459 acidentes de viação”, disse o secretário permanente do Ministério dos Transportes e Comunicações, Ambrósio Sitoe.

A Semana com Lusa

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

Antonio
17 days 10 hours

Que grande reflexão do Água Lusa!!! Bem enquadrado. Até os nascidos na era portuguesa não são valorizados.

Daniel Dias
21 days 15 hours

Coitado do Leão Vulcão. Perdeu o emprego.

liketerra
23 days 7 hours

A criminalidade Murdeira já é de muito tempo e inclui os proprios admnistradores condominio que mandam os guardas agridi

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana.cv@gmail.com
asemanacv.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 / 9727634/ 993 28 23
Contacte - nos

Outras Referências