sexta-feira, 14 junho 2024

A ATUALIDADE

Grupo financeiro do Golfo Pérsico com 100% do IIB CV quer negociar venda do capital do BCA

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O grupo do Golfo Pérsico com a detenção dos 100% das acções do IIB CV ambiciona negociar a venda do capital do BCA, revelou o presidente do IIB CV, Sohail Sultan, em entrevista ao jornal Negócio.

“A transacção dos 10 por cento (%) do Banco Novo foi concluída há uma semana e agora temos 100%”, afirmou, Sohail Sultan, avançando que a intenção do grupo é vender os 10% adquiridos e abrir o capital social da entidade cabo-verdiana e atrair outros investidores internacionais, bem como investidores locais.

O grupo, que tem bancos no Médio Oriente, África Ocidental e Oriental e nas Caraíbas, explica ainda que na medida em que necessitam de capital adicional em algum momento no futuro, irão considerar emitir mais acções e abrir ainda mais o capital.

“Neste momento não é uma prioridade e todos os requisitos de capital para o banco estão a ser cumpridos pelo grupo ou a ser gerados através do sucesso da operação”, disse, revelando que o grupo gostaria de ter em Cabo Verde accionistas que pudessem apoiar o crescimento e expansão contínuos do banco.

Referiu ainda que o interesse do grupo do Golfo Pérsico para Cabo Verde sofreu alterações em Março de 2023, quando viram preterida a sua proposta de compra de quase 60% do capital do Banco Comercial do Atlântico (BCA) à Caixa Geral de Depósitos (CGD), negócio no qual a instituição financeira pública portuguesa encaixou cerca de 16 milhões de euros.

“Em última análise, caberá aos reguladores determinar se a venda do BCA pela Caixa Geral de Depósitos à Coris é aprovada ou não. Se, por qualquer motivo, isso não acontecer, estamos prontos para participar novamente no processo e esperamos poder ter sucesso na próxima vez”, fez saber, ressaltando que o grupo terá todo o gosto em voltar a interagir com a CGD para ver se existe a possibilidade de a venda ser-lhes feita.

Nesse cenário, o desfecho do BCA e do IIB CV estão traçados: serão fundidos num só.

O IIB Group, reflectindo a evolução do sistema financeiro global, teve um ano de 2023 positivo e com lucro mais alto de sempre: seis milhões de euros, 55% acima do resultado do ano anterior.

Na sua declaração, Sohail Sultan, avançou que o grupo do Bahrein cresceu 10% a 15% em base consolidada face a 2022, isso graças ao desempenho do banco em Cabo Verde.

“Quando comprámos o IIB CV, era um banco problemático. Era o menor banco do país. Até ao final do ano passado, provavelmente seremos, em termos de activos, o terceiro maior banco”, realçou.

Para o conjunto dos bancos do grupo, Sultan prevê um 2024 mais positivo do que o ano passado e um abrandamento em 2025.

 

A Semana com Inforpress

120 Characters left


Colunistas

Opiniões e Feedback

Antonio
17 days 11 hours

Que grande reflexão do Água Lusa!!! Bem enquadrado. Até os nascidos na era portuguesa não são valorizados.

Daniel Dias
21 days 16 hours

Coitado do Leão Vulcão. Perdeu o emprego.

liketerra
23 days 8 hours

A criminalidade Murdeira já é de muito tempo e inclui os proprios admnistradores condominio que mandam os guardas agridi

Pub-reportagem

publireport

Rua Vila do Maio, Palmarejo Praia
Email: asemana.cv@gmail.com
asemanacv.comercial@gmail.com
Telefones: +238 3533944 / 9727634/ 993 28 23
Contacte - nos

Outras Referências